Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Segunda Notícia
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

UFAM cria Ouvidoria

Por meio da Resolução 015/10, do Conselho de Administração, Consad, foi criada a Ouvidoria da Ufam, órgão vinculado à reitoria, cujo objetivo principal é estabelecer um canal permanente e contínuo de comunicação da Ufam com seus diversos públicos.

 De acordo com a reitora, professora Márcia Perales, a decisão do Consad para a implantação do novo órgão foi de suma importância pois visa valorizar a cidadania e a liberdade de opinião e expressão. Com o prazo estabelecido do Consad, a ouvidoria deverá estar em pleno funcionamento até dezembro de 2010, tanto na internet quanto in loco.

 A professora Elisa Meneghini, nomeada pela Portaria nº 2484/10, como ouvidora, explica que “mais que atender às recomendações propostas através do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior, SINAES, a Ouvidoria da Ufam é um compromisso da atual administração em primar pela transparência, em oferecer aos diversos públicos da Universidade  a oportunidade de manifestarem suas  críticas, sugestões, elogios e opiniões”.

 A professora esclarece que a ouvidoria universitária integra a dimensão denominada “Comunicação com a Sociedade”, proposta pelo SINAES e que ela deve estabelecer uma comunicação direta do cidadão com a administração e atuar em defesa de seus direitos. Nessa relação, o ouvidor é o representante das manifestações do cidadão, garantindo-lhe credibilidade, agilidade, e se solicitado, o sigilo.

 Sobre o trabalho do ouvidor, a professora Elisa explica que por meio da ouvidoria a demanda do cidadão é encaminhada às unidades competentes que respondem ao ouvidor e esse tem o dever de nunca deixar um usuário sem resposta. “O ouvidor deve controlar o trajeto das demandas, desde a formalização inicial até a conclusão definitiva. Cabe, ainda, ao ouvidor desenvolver diagnósticos, sugerir e recomendar pareceres sobre as necessidades de mudança nos procedimentos e normas institucionais que visem ao aperfeiçoamento da universidade”, conclui.

registrado em:
Fim do conteúdo da página